Páginas

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Pense numa pessoa linda!





Olá gente boa reunida!

Esta postagem é para atender a proposta do blog Fotos de Quinta. O tema da semana passada era animais, e eu fiz questão de participar porque há tempos queria escrever sobre os meus filhos-pets.

O Gitonildo já apareceu por aqui , a Maria Elisa é a minha top model: morena, cabelos negros, pose de princesa, uma doçura em cadela pessoa ... e o Mingau é nosso gato médico e ninja que também já falei nele aqui.

Pois bem, tu percebeu que o Mingau tem profissão, Elisa tem profissão (top model),  o Gito não, é um bon vivant kkkk vivemos preocupados pensando qual será o futuro dele. Acho que a Elisa e o Mingau terão que sustenta-lo caso um dia nós faltarmos kkk

Dois deles foram salvos das ruas, da fome, de maus tratos ou da morte precoce.
Vou contar a história da Maria Elisa


Um dia pela manhã, ela apareceu embaixo do pé de acerola, extra-muro. Tão magra, que era só a casca e o grilo cantando dentro rs, assustada ao extremo e tinha uns tremores. Não dava conta de levantar. Ficamos com medo de alguma doença, ou de ser brava, sei lá. Começamos a dar comida. Nossa! O primeiro dia em que ela comeu, queria comer até a vasilha hehehe
Três meses se passaram e ela continuava lá, extra-muro. Já abanava o rabo quando saíamos e chegávamos e a Isabela já a havia batizado de Maria Elisa.  Veio a época de chuva intensa e a bichinha lá. Marido não queria coloca-la pra dentro e argumentava: temos um cachorro e um gato. Ela é muito grande, e a despesa? E o coco? deve ser igual de cavalo... rs, mas ele foi voto vencido no dia em que minha amiga Thays chegou aqui. Começou a chover e ela questionou o Ewerton, ‘porquê não? Ela não pode ficar na chuva!’
Enfim, Elisa entrou!
Agora somos loucos por ela.

Outro dia ela mordeu um sapo e foi envenenada, quase morreu. Pareceu uma eternidade pra gente, o período entre o ocorrido e o tempo que levou pra chegar à clínica com ela. A família toda desesperada. Chorávamos, foi horrível.
O veneno do sapo mata em cerca de 15 minutos. A hemorragia começou imediatamente e ela em agonia. O veterinário disse que se ela passasse daquela noite, estaria fora de risco. Eu não dormi, com medo que ela morresse e fiquei com pena dela ficar no ‘hospital’ sem a gente. 
Imagino a vida miserável que ela passou nas ruas, por isso queremos evitar que sofra ainda mais.

 
De vez em quando ouvimos coisas do tipo ‘porque não adotam uma criança ao invés de um cachorro?
Gente por favor, é simplório demais fazer uma comparação destas...

Ouvimos também: “Até onde chega, gastar uma fortuna com esse bicho...”

Eu não gasto uma fortuna com eles, porque eles são tratados como cães, tentamos não interferir na natureza deles. Não levamos a pet shops para banhos e tosas. Não usam roupas. Damos muuuuito carinho, alimentamos, banhamos etc. O único gasto realmente mais significativo é quando adoecem, e um extra para o veterinário vir até em casa vacina-los, pois são 3, e a Maria é muito grande para levarmos no carro.

Então é isso. Se quiserem um animal de estimação, caso ainda não tenham. Procurem num abrigo, lá tem um monte, precisando de um lar e é ‘de grátis’ rs

Te digo uma coisa amiguinha(o), eu dizia que detestava cachorros, gatos então! E hoje, sou apaixonada por eles rs

Olha, não esquece do sorteio aqui do blog tá?! 
 

Uma linda semana a todos!

bjs



19 comentários:

  1. Oi, Lia!!
    Menina, realmente, essa é uma questão que é muito discutida nas rodas de amigos ou familiares, né? Eu sei mesmo que qdo eles se instalam, a gente acaba se "apaixonando" mesmo.
    Meu filho sempre insistiu pra gente ter um cãozinho, mas eu penso que em apartamento não dá. Quem sabe um dia, talvez??? Mas, por hora não...
    Mas, desejo que teus filhos-pets dêem muitas alegrias pra toda a família.
    Excelente semana!! Bjs. Maitê Rodrigues - www.ateliedamaite.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Que lindo amiga! Te admiro por isso... é um gesto de amor!
    E a cachorra é lindaaaaa! =D

    ResponderExcluir
  3. Minha mãe está com 3 cachorrinhas adotadas, uma grandona que fica no quintal do fundo, outra que fica dentro de casa porque tem problema de coluna e agora resgatou uma que estava grávida e prestes a ser abandonada na rodovia a própria sorte. A mais nova moradora da casa fica na parte da frente da casa e ganhou seus filhotinhas semana passada, ao todo são 8 au-aus na casa, mas mamãe já conseguiu donos para dois dos filhotes e vai tentar doar todos e ficar com a mãezinha. Eu amo cães, mas aqui não dá pra ter outro além da Milu, marido custou a deixar rs
    Acho maravilhosas essas histórias de amor com seus cães. Vocês estão de parabéns.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Que lindo esse post amiga. Adorei saber que também pensa dessa forma. Adotar é tudo de bom.

    Ah, e parece que temos bastante coisa em comum mesmo... hoje vou fazer um post, depois você vai entender o porquê.

    Vou começar a fazer a guirlanda hoje. Meu final de semana foi corrido.

    Beijos, boa segunda.

    ResponderExcluir
  5. Também tenho um cachorrinho que amo(levado demais,rsrsrs...),ele era presente para meu filho mas quem se tornou a preferida foi eu,rsrsrs...
    Lia tem um selinho fofo para você lá no blog.
    Beijinhos,Lú!

    ResponderExcluir
  6. Essa história da Maria Elisa é linda!!!! Vou te falar uma coisa, admiro mt vcs por isso pq não é qualquer um que tem a coragem que vcs tiveram de adotar uma cachorra do porte da Maria Elisa.... É impressionante, mas tb me sinto "mãe" dela como se morasse comigo e a amo mesmo.
    Bjs...

    ResponderExcluir
  7. Lia, eu já conhecia história a Elisa, mas ao ler aqui me emocionei mais uma vez! Vc é uma pessoa com um coração enorme. Tenho grande admiração por vc e sua família humana, canina e felina :)
    Beijos.
    Sílvia.

    ResponderExcluir
  8. OLÁ AMIGA AQUI EM CASA TEM UMA HISTÓRIA PARECIDA COM A DA MARIA ELISA, SÁ QUE É UMA GATO ESTAVA JOGADO NA RUA E COM FOME MEU FILHO PEGOU ELE E NÃO QUIS LARGAR MAIS O NOME DELE É FRAJOLA PORQUE É PRETO E BRANCO. AH PASSE NO MEU BLOG TEM SELINHO PARA VC LÁ, BEIJOS E UMA ÓTIMA SEMANA.

    ResponderExcluir
  9. Nossa... quase chorei agora!!
    Sou louca por cachorros... os vira-latas, então... sou apaixonada!
    Muito linda esta atitude sua, de vcs todos, viu?!
    Os animais tem sentimentos sinceros, sem interesse. Só querem comida, e carinho.
    Uma linda semana!!
    Bjns
    :D

    ResponderExcluir
  10. Oi, Lia,

    É linda a estória de vocês com a Maria Elisa, que por sinal tem um porte muito elegante, rsrs. A gente se apega tanto aos bichinhos com quem convivemos, né?
    No domingo li um depoimento muito emocionante de uma mulher cuja cadela desapareceu, fiquei com muita pena dela. Hoje nós temos só um gato e uma calopsita, rsrs.

    Beijo e bom dia!

    ResponderExcluir
  11. Oi Lia
    Muito obrigada pela visita e pelo interesse no mosaico.
    Sobre seu post, não há problema ter outro nome, para por o selinho vc faz assim:
    Copia a imagem do meu blog e salva no seu.Vai em editar postagem abre e coloca o cursor no final do post ai você clica em inserir imagem e puxa o selinho do arquivo que você copiou, salva e pronto.
    Quando vc for inserir teu link no mosaico você põe no nome um titulo que tenha a ver com sua maquina.
    Você pode também fazer um novo post com a imagem da maquina e contar-nos suas lembranças referente a ela.
    O selinho vc pode também por na lateral do blog.
    Espero ter ajudado, Beijos

    ResponderExcluir
  12. oi Lia, obrigada pela visita lá no meu cantinho. A Maria Elisa é igualzinha ao Freddy que tinha aqui em casa. Ele morreu no fim do ano mas já era bem velhinho. Um bom dia para vc. Bjs.

    Jussara
    http://caminhandonaarte.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Olá...boa tarde!
    Eu achei super legal essa história...sou uma manteiga derretida por animais e principalmente cachorros...já levei vários para casa quando era mais nova e meu pai depois doava, pois eram muitos em casa!!Pode?!
    Adorei a foto!
    Eu estou sem minha Brida (Boxer) há exatos 1 ano...e sinto muita saudade!
    Beijos e uma ótima quarta-feira de paz e boas energias!
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir
  14. Que linda história amiga...a Maria Elisa é fofa demais.
    Vim agradecer o carinho lá no blog.

    bjuss flor

    ResponderExcluir
  15. Oi Lia aqui em casa tenho uma poodle lata de 12 anos e um pastor branco de 1 ano e meio, dão bastante trabalho, mas é pura alegria vê-los correr pelo quintal.
    Sua cachorra é linda e a história é emocionante.
    Abraços
    Vanessa

    ResponderExcluir
  16. Oi Lia, tudo bom?

    Estou conhecendo teu blog agora, e de cara já me identifiquei, AMO ANIMAIS, tenho muuuuuitos filhos de 4 patas.
    Como moro em chácara, já tive alguns casos de cachorro morder sapo e ficar envenenado, por sorte tenho sempre em casa o ANTITÓXICO ORAL MERCEPTON, vc. dá uma gota para cada Kg do animal, eles não gostam do sabor do produto, então pingo cada gota no meu dedo e esfrego na boca deles.
    Em caso de urgência, dou mais do que uma gota para cada quilo.
    Este antitóxico é ótimo, sempre que seus filhos tiverem vomitando, dê o antitóxico.
    Um frasco aqui em São Paulo custa R$ 10,00, e pode salvar uma vida!


    Beijos e que tenha uma semana linda junto com sua família e filhos de 4 patas


    Audeni

    ResponderExcluir
  17. Parabéns pela sua iniciativa. A Maria Elisa é muito linda e merece todo carinho. Beijo, Eunice Maria.

    http://efacilserfelizartesanais.blogspot.com/
    efacilserfeliz.artesanais@gmail.com

    ResponderExcluir
  18. Bom dia de quinta feira!!
    Vim agradecer a sua visita
    Deixar meus parabéns pela postagem
    sempre agradável no seu espaço
    Amigos presentes é sempre um prêmio
    ganho abraços carinhoso
    Bjus
    Rita!!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...